quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

XI Capítulo da Confraria da Raça Arouquesa

A Confraria dos Ovos Moles de Aveiro rumou a Arouca, para participar das celebrações XI Capítulo da Confraria da Raça Arouquesa. Filipa Amaral, Pedro Rocha e Rui Amorim foram os Confrades Embaixadores dos Ovos Moles de Aveiro.

À receção nos Paços do Concelho de Arouca, seguiu-se o tradicional e sempre colorido desfile das confrarias presentes, rumo ao Mosteiro de Arouca, para assistir à eucaristia dominical. Findo o momento religioso, o Mosteiro foi o palco da festa daquela que é apregoada pelos seus confrades como a “melhor carne do Mundo”!
A cerimónia foi iniciada pelo ‘ estre de Ritos e Cerimónias’, José Maria Ribeiro, que começou por dar as boas vindas, aludindo à reunião “ m capítulo nesta magnífica sala onde, outrora, as monjas aqui recolhidas reuniram com a sua superiora em outros momentos capitulares”, lembrando que "há onze anos, neste vila, foi fundada a Confraria da Raça Arouquesa para a defesa e divulgação da qualidade da carne bovina desta raça, base de uma herança gastronómica que atravessou gerações". Seguiu-se a entronização como Confrades de Honra e Devoção as Câmaras Municipais integrantes do Solar da Raça Arouquesa: Lamego, Sever de Vouga, Resende, Feira, Marco de Canaveses e Vale Cambra - bem como a Associação Nacional de Criadores da Raça Arouquesa (ANCRA).

O compromisso de doze novos noviços foi a etapa seguinte do protocolo. A cerimónia capitular terminaria com a entronização dos nove confrades-irmãos após um ano de noviçado. O programa festivo encerrou com um almoço-convívio, no refeitório do Mosteiro onde a carne apouques deliciou todos os presentes. Foi neste momento de convívio e espaço de deleite do paladar que a Confraria da Raça Arouquesa solicitou umas palavras ao nosso Confrade Rui Amorim na qualidade Vice-Presidente da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas.
Autor: Rui Amorim

Sem comentários:

Publicar um comentário